Texto conjunto do STE e CENA sobre o Dia Mundial do Teatro

Dia mundial do teatro – gostaríamos de dizer que muito mudou desde o ano passado mas para a Cultura temos novamente um Orçamento do Estado de miséria que nos limita a vida, a estabilidade e a criação. A maioria dos profissionais do teatro, desde artistas a técnicos, encontram-se a recibos verdes há décadas. Recentemente foi anunciado que durante este ano, os recibos verdes poderão vir a ter uma nova fórmula de cálculo das contribuições para a Segurança Social, um pouco mais justa, mas continua a ser preciso que haja vontade política para resolver o problema de fundo:o reconhecimento das nossas profissões com o acesso a contratos de trabalho, o fim da extrema precariedade que nos afecta. É preciso investir na criação de condições para que criadores, artistas, profissionais das artes do espectáculo não encerrem as suas estruturas de produção, tenham acesso a um sistema que os proteja na situação de desemprego e para que o Orçamento do Estado sirva dignamente a Cultura, a criação e a liberdade artística.

Como disse Garcia Lorca ” O teatro é a poesia que sai do livro e se faz humana” e para essa transformação, precisamos que o teatro chegue a todos, que seja fomentado em todo o país na construção de uma sociedade mais inclusiva e mais humana.

width:347px